Espiritualidade Meditação Yoga

7 chaves para sua vitalidade

7 chaves para sua vitalidade - os sete chakras

Os sete chakras representam sete chaves para a sua vitalidade.

Todos sabemos como é estar vivo. Mas sabemos o que é estar vital, suculenta e magnificamente vivo? E ainda mais, ser capaz de lidar com toda a nossa vitalidade nos desafios do mundo de hoje? 

Isso depende da sua compreensão de como (ou se) você cuida da sua energia.

Depende se você consegue se alinhar com essa força que atravessa você e, de fato, toda a sua vida. Os iogues chamam isso (essa força) de prana ; artistas marciais chamam isso de chi ; Freud chamou de libido , e Star Wars chama de The Force .

Independente do nome, é o que nos faz sentir acordados e vivos, em contato conosco e com o mundo ao nosso redor. É o que está no cerne da experiência espiritual e a energia da cura. É o que faz você sentir suas emoções, como tendo uma “carga” sobre alguma coisa. Também é o que fica bloqueado quando você tem medo de aparecer totalmente como você realmente é. 

É um acrônimo para: Consciência Tendo uma experiência realmente genuína . Em outras palavras, quando você sente aquele rugido de vitalidade percorrendo seu corpo, você sabe disso. Nesses momentos preciosos, você não precisa perguntar sobre o significado da vida. É obvio.

Você está vivendo isso.

Você está no centro.

Para ser saudável (em todos os aspectos), temos que encontrar equilíbrio . Isso também é verdade. Quando estamos cansados ​​e apáticos ou deprimidos, temos muito pouca energia. Tudo parece muito difícil, porque não temos energia suficiente para atender às demandas da vida.

Mas também podemos ter muita energia em excesso, o que torna difícil ficar parado ou se concentrar e pode parecer ansiedade .

Equilibrar nossa energia e força vital é tão vital quanto equilibrar a inspiração e a expiração da respiração.

Uma das maneiras principais de equilibrarmos nossa energia é através dos sete chakras . Os chakras são há muito conhecidos como centros de energia girando no centro do corpo. E enquanto eles governam nossa programação mais profunda, também atuam como portais entre o mundo interior e o exterior. A energia entra e sai do corpo através desses portais. E também é assimilada e armazenada nos chakras.

De fato, aqui está uma boa definição de trabalho de um chakra : um centro de energia que recebe, assimila, armazena e expressa a energia da força vital.

De baixo para cima esses são os sete chakras:

  • Primeiro chakra ou chakra raiz
  • Segundo chakra ou chakra sacral
  • Terceiro chakra ou chakra do plexo solar
  • Quarto chakra ou chakra do coração
  • Quinto chakra ou chakra laríngeo
  • Sexto chakra ou chakra do terceiro olho
  • Sétimo chakra ou chakra coronário

Na imagem a localização dos chakras e seus nomes em sânscrito:

20200318 185254 0000 1024x1024 - 7 chaves para sua vitalidade
Equilibrando os sete chakras.

Então, vamos ver uma maneira de equilibrar a carga em cada um dos seus chakras.

  • Chakra básico ou raiz: Conecte-se à Terra.

A matéria é um é energia armazenada. 

Suas duas pernas são como as duas pontas de um plugue. Quando eles empurram para a terra, você empurra para um reservatório de energia que sobe pelas pernas e entra no corpo. 

Se você ficar com os pés afastados na largura dos quadris, amolecer os joelhos e imaginar empurrar para baixo e para fora com os pés, como se estivesse afastando as tábuas do piso, poderá sentir o seu aterramento sólido.

Terra é o elemento associado ao primeiro chakra na base da coluna vertebral. Quando a energia é equilibrada aqui, você se sente seguro , aterrado e focado . Você pode se manifestar no mundo.

  • Chakra sacral ou sexual: Fluindo com Água

Depois de carregar a energia no corpo através dos pés e pernas, queremos que a carga se mova. No segundo chakra, a energia flui através das emoções e da sexualidade . Sentir algo profundamente é ser movido. Isso significa que a carga está se movendo dentro de nós, agitando as águas da nossa alma. A água é o elemento do segundo chakra.

Nossos sentimentos e emoções são respostas ao que gostamos e não gostamos. Nós nos movemos em direção ao que queremos – temos uma carga de emoção ou gratidão por algo bom. Ou sentimos tristeza, raiva ou medo – que está se afastando de algo que não queremos. Carl Jung disse que o corpo emocional nos dá nossos valores, que por sua vez alimentam nossas escolhas. Quando agimos de acordo com essas escolhas, estamos entrando no terceiro chakra.

  • Chakra do plexo solar: Abrindo caminho para o poder

O terceiro chakra representa o elemento fogo . Esse tipo de carga nos dá nossa vitalidade , nossa capacidade de fazer as coisas e nosso poder de superar obstáculos .

Precisamos de energia para fazer isso, e isso significa que temos que tirá-la da terra, percorrê-la através do tronco e, em seguida, focar essa energia em ação com a nossa vontade. E quando conseguimos alinhar nossas ações com nossas intenções, nos sentimos poderosos. Agora somos capazes de mobilizar nossa carga para resultados produtivos.

O terceiro chakra está localizado no plexo solar. Simplesmente tocar em toda a área e massagear pontos doloridos pode começar a liberar energia no chakra do fogo.

  • Chakra do coração ou cardíaco: Respirando no Amor

Não existe maior energia no universo que o amor . É a cola cósmica que mantém tudo junto, cada parte relacionada a todo o resto. Como seu elemento ar, a carga no chakra do coração é tão vital quanto a respiração. De fato, quando seu coração está aberto, você naturalmente respira mais fundo. Quando o coração se fecha, a respiração se torna superficial.

A boa notícia é que você pode usar a respiração para aumentar a carga no seu coração.

Simplesmente aumente a velocidade e o comprimento de suas inspirações, enquanto permite apenas breves rajadas de ar para sua expiração e você experimentará um momento de maior carga.

Gosto de pensar no ar invisível que respiramos como um campo de amor incondicional. Com cada inspiração, você está inspirando amor, com cada expiração, você pode enviar esse amor para alguém ou algo que precise dele.

Dessa maneira, o coração está aberto para dar e receber, os limites são suavizados e nossa carga se torna autorregulada e pacífica .

  • Chakra da garganta ou laríngeo: A Carga de Falar a Verdade

As coisas que mais importam para nós são as mais caras. Muitas vezes, quando crianças, na escola ou em casa, não podíamos falar nossa verdade. Ou talvez ninguém estivesse lá para ouvir. Ou talvez estivéssemos envergonhados ou silenciados por ousar dizer algo quando não foi apreciado. Assim, aprendemos a bloquear nossa carga no quinto chakra e a impedir que a garganta se abrisse e derramasse nossa verdade. Isso bloqueia nossa criatividade e autoexpressão .

No entanto, algumas pessoas correm muito pela garganta. Eles falam o tempo todo! Então eles precisam sintonizar sua escuta interior mais profundamente, o que é melhor ouvido através do silêncio.

  • Chakra do terceiro olho ou da visão: A Carga da Imaginação

Nossos pensamentos têm energia, assim como nossa imaginação e memória . Se você imaginasse que alguém iria machucá-lo, você teria uma grande carga nisso, independentemente de ser verdade.

Também podemos usar nossa imaginação de maneiras positivas, concentrando nossa energia nas imagens que formamos em nossas mentes sobre o que queremos criar. Quanto mais energizamos nossa visão, mais vemos com nossa intuição, mais somos guiados ao longo do caminho e mais vemos a beleza em tudo.

Faça disso uma prática todos os dias para definir sua intenção e imaginá-la acontecendo com facilidade e sem esforço . Veja isso como uma realidade, e esse alinhamento aumentará a probabilidade de que isso aconteça.

  • Chakra coronário: A Carga da Consciência

Por fim, tomamos consciência da energia por meio da nossa consciência . Você percebe que seu corpo está formigando, que suas emoções estão subindo ou que seu coração está se expandindo. Você pode sentir esse aperto característico na garganta ou na mandíbula, mas é a consciência que transforma a experiência em significado. Quanto mais significado uma coisa tem, mais energia carrega.

O gerenciamento da nossa energia e força vital começa com a conscientização. Podemos sentir onde essa energia está fluindo no corpo ou perceber onde podemos estar constringindo o corpo a bloqueá-lo?

Relaxar esses bloqueios, através da respiração, imagens, movimento ou simplesmente sentindo-os, ajuda a energia a se mover livremente.

Em última análise, a experiência espiritual é um fluxo livre de energia, coerentemente organizada para cima e para baixo em nosso núcleo, conectado igualmente ao nosso mundo interior e ao mundo exterior.

Saiba mais a respeito dde cada um dos sete chakras:
Chakra Raiz
Chakra Sacral
Chakra do Plexo Solar
Chakra do Coração
Chakra Laríngeo
Chakra Frontal

Chakra coronário